Mastodon
Universo Nintendo

Análise – Metroid Prime Remastered

Retro Studios capricha em relançamento mostrando competência extrema.

Originalmente lançado para o Nintendo GameCube em novembro de 2002, Metroid Prime foi anunciado de surpresa com lançamento imediato no Nintendo Switch como uma versão remasterizada produzida pela Retro Studios em conjunto com outros colaboradores da Nintendo em 08 de fevereiro, 2023.

Fomos agraciados com a possibilidade de elaborar uma análise para Metroid Prime Remastered para trazer à vocês o quão bem esse jogo se deu nessa versão para o Nintendo Switch e quanto vale a pena mergulhar nesse jogo de ação e tiro em primeira pessoa e plataformas 3D.

Metroid Prime Remastered

Enredo

Como nos demais títulos da franquia, em Metroid Prime Remastered o jogador assume o papel da caçadora de recompensas intergaláctica, Samus Aran, que embarca em uma missão através do planeta Tallon IV para combater ameaças alienígenas conhecidas como Piratas Espaciais. Samus será municiada com diversos tipos de habilidades em seu canhão que ganha também outras funções (aprimoradas pelos controles nessa versão) visando auxiliar a exploração da caçadora pelos mais variados biomas de Tallon IV.

Caso você não tenha jogado a versão original, vale o comentário de que Metroid Prime Remastered faz com que os jogadores se guiem sozinhos pelos ambientes sem um guia predefinido do que tem de ser feito a seguir e tudo na base da exploração e descoberta pelo próprio jogador – isso inclui até mesmo mapas e boa parte da história contida no ambiente que pode ser remontada através dos escaneamentos de objetos / seres em destaque nas localidades. Pontos de salvamento de progresso do jogo também serão seu ambiente de cura da mesma, e poucas vezes há diálogos narrados sendo que, quando ocorrem, boa parte do tempo é a IA quem tece os comentários.

Metroid Prime Remastered

Jogabilidade

Metroid Prime Remastered traz todas as formas clássicas de jogo contidas na versão original com uma série de aprimoramentos que visam facilitar a experiência dos jogadores no Nintendo Switch com seus controles modernos. Seja nos Joy-Con ou Nintendo Switch Pro Controller, jogadores podem esperar por modos distintos de controlar Samus durante sua jornada, incluindo a mira do canhão por movimento com a ativação do giroscópio, a mira pelo analógico – que agora também inclui uma independência entre analógicos direito e esquerdo para que um controle a câmera e o outro o canhão.

Clique aqui e receba as notícias direto do Canal Universo Nintendo no seu no Telegram

A mira automática nos inimigos também pode ser utilizada para facilitar o ataque quando o ambiente está infestado e você quer se focar no mais forte ou fraco, isso me auxiliou bastante em vários locais. Quanto à movimentação, os controles seguem precisos e eu não encontrei qualquer dificuldade relacionada.

Metroid Prime RemasteredComo em todo título desse gênero e uma marca registrada da franquia, Metroid Prime Remastered não só conta com um alto fator replay dos lugares que você havia previamente explorado (incluindo a entrada no planeta Tallon IV) como o recompensará com louvor por fazê-lo em sua exploração durante todo o jogo.

Performance & Gráficos

Muito pode ser discutido nesse quesito com relação ao Metroid Prime Remastered e eu nem falo em si dos seus aspectos técnicos, mas sim da forma com que a Nintendo resolveu classificar seu jogo ao chamá-lo de remasterização e não remake de sua versão original.

Metroid Prime Remastered conta com um polimento muito bem feito graficamente e impressiona pela qualidade dos ambientes remasterizados, sua iluminação e reflexos nos mais diversos biomas do planeta Tallon IV. Já magníficos na época, físicas como a da água foram mantidas nessa versão tanto para as partículas de chuva quanto a interação com a mesma nos ambientes de lagos e afins. O fogo foi muito bem representado e também ganhou aperfeiçoamento nas cenas em que está presente, além das diversas outas texturas terem sido modernizadas para abraças ambos formatos TV e portátil do Nintendo Switch.

Metroid Prime Remastered

Quanto à taxa de quadros jogadores podem esperar majoritariamente pelos 60 fps em ambos os modos TV e portátil com algumas seletas quedas que não atrapalham nem um pouco a experiência e quase sempre nem perceptíveis elas são. É um trabalho muito bem feito de maneira geral que eleva o nível de expectativa em uma versão remasterizada de jogo Nintendo. Espero que mais e mais jogos clássicos ganhem esse tipo de tratativa, pois Metroid Prime Remastered se mostra muito competente em sua proposta.

A Nintendo Brasil nos forneceu este jogo para a elaboração da análise.

iMetroid Prime Remasteredi
Metroid Prime Remastered
Veredito
Metroid Prime Remastered definitivamente é uma belíssima indicação como introdução à franquia no 3D, traz melhorias robustas e muito além do esperado em uma versão remasterizada, além de contar com um ótimo valor de compra levando em conta seus conteúdos. Essencial para fãs e muito indicado para os curiosos em relação à Metroid
Prós
Valor de compra do título
Excelente performance
Gráficos muito bem representados e feitos
Jogabilidade com diversidade nos controles
Contras
10
Perfeito
você pode gostar também
Comentários