Universo Nintendo

Artigo – Coelho no Japão | Tudo que você precisa saber antes de comprar Xenoblade Chronicles

Xenoblade Chronicles 3 é para mim? Xenoblade é uma franquia que vale a pena?

Estas duas perguntas permeiam na cabeça de muitas pessoas, já que Xenoblade não é uma série tão popular quanto Super Mario ou Pokémon, que com certeza você já jogou em sua vida. Mas, adiantando as respostas… sim! Xenoblade Chronicles 3 mostra-se como um dos jogos mais aclamados do Nintendo Switch e por isso preparamos este guia com os principais aspectos que podem agradar ou, até mesmo, desagradar algumas pessoas.

Iremos dividir este guia em 3 partes para você ter um panorama geral, mas você mesmo pode ler separadamente cada um e ter um contexto mais específico e ao fim responder a grande pergunta Xenoblade Chronicles 3 é para mim?

Xenoblade Chronicles 3 | Review
Os protagonistas Noah e Mio em Xenoblade Chronicles 3.

PARTE 1 – EXPLICANDO XENOBLADE DO COMEÇO

Vamos começar por Xenoblade Chronicles, lançado em 2010 para Wii. Ele é o jogo que deu origem à série Xenoblade, uma franquia de JRPG onde suas principais características são as excelentes histórias e um estilo de combate diferenciado, conhecido como “híbrido”. Com isso, podemos notar algumas coisas:

  • É um RPG: Seus personagens sobem de nível, aprimoração e aquisição de habilidades e itens, classes e etc.
  • É um JRPG: O “J” vem de “japonês”. Isso quer dizer que ele segue um “estilo japonês” de se fazer RPGs.
  • É um combate híbrido: Não é um combate por turnos, nem mesmo em tempo real. Mas sim conhecido como “ação em turnos”, “Auto-Attack System” ou “MMO System”.

Agora que você tem uma breve descrição, vamos entrar mais afundo em alguns tópicos.

Combate

O combate de Xenoblade exige tanta estratégia quanto um combate em turnos. Ele não é um jogo que você vai apertar botões e realizar sequências, ele é estratégico com tudo acontecendo em tempo real. Os personagens são controláveis para você posicionar e usar suas habilidades, além de ajudar seus companheiros, ir em áreas de cura e etc. Em resumo: você deve-se preocupar com a administração e estratégia das habilidades, itens e “especiais”; a movimentação, mira e esquiva são automáticos.

Outra coisa é que Xenoblade possui um combate EXTREMAMENTE progressivo. O jogo sempre te mostra uma mecânica nova conforme o jogo avança, ampliando as possibilidades e complexidade das batalhas.

Exploração

Os jogos da série Xenoblade não são de mundo aberto, embora eles tenham áreas grandes que podem ser exploradas livremente. Nestas áreas, diversos inimigos são vistos no caminho com uma variedade absurda de níveis, do 10 ao 70, por exemplo. Você pode ficar farmando monstros fracos ou até arriscar a desafiar inimigos muito mais fortes que seu nível, alguns inclusive exigem que você aprenda uma mecânica nova para poder avançar na história.

Ao longo do mapa você também encontra side quests, acampamentos, sub-chefes… enfim, é um RPG como muitos conhecem! Uma última consideração é que a ambientação da série Xenoblade é um dos seus grandes aspectos: cenários lindos com uma sensação de grandiosidade.

Xenoblade Chronicles 3
O vasto mundo de Xenoblade para explorar.

História

Xenoblade Chronicles 1 e Xenoblade Chronicles 2 tem em comum histórias que envolvem as espadas: a “Monado”, que concede ao Shulk diversos poderes de ver o futuro; e no 2 a “Aegis”, que libera uma personalidade. Os dois primeiros Xenoblades se passam em dimensões diferentes, mas ambos contam a mesma grande história em partes diferentes.

Em Xenoblade Chronicles 3 existe uma “união” dos dois “mundos”. Em resumo: ele é mais “uma outra parte” dessas crônicas de Xenoblade. Então se você está se perguntando se precisa ter jogados os jogos anteriores, a resposta é não, mas caso tenha jogado tudo ganha um significado maior.

A história de Xenoblade é completamente insana, é uma ficção que tem conexões até com o mundo “real”. Não é apenas uma simples história de alguém com uma espada especial, mas sim uma grande “viagem” de ficção japonesa que JRPGs costumam fazer.

Música

A série Xenoblade é uma das grandes produções musicais da Nintendo, sempre muito marcantes, além de ter a presença de um dos gigantes compositores da indústria de games, Yasunori Mitsuda, compositor de Chrono Trigger Chrono Cross.


PARTE 2 – XENOBLADE CHRONICLES 3, UM DOS MAIORES JOGOS!

Não é exagero: Xenoblade Chronicles 3 é um dos maiores e melhores jogos do Nintendo Switch. Diversos motivos presentes no jogo fazem não apenas uma evolução natural da série, mas novas funcionalidades que deixam muito melhor a experiência.

Os personagens estão divididos entre os do primeiro e do segundo jogos da série, e isso reflete no combate também. A forma como cada um carrega habilidades e a sequência de ataques muda para cada personagem (e talvez isso faça que Xenoblade 3 tenha o combate mais complexo da série).

O jogo tem 6 protagonistas, cada um com sua função e classe. Porém, você pode ter um recruta que pode ensinar uma nova classe a eles! (Você vai passar umas horinhas testando combinações!). E se você acha que 6 personagens é muito, ainda é possível criar “Ouroboros”, uma espécie de combinação com 2 protagonistas bem forte.

Ao fim, percebos que Xenoblade Chronicles 3 tem um dos sistema de combate mais complexos e evolutivos dos modernos JRPGs.

Xenoblade Chronicles 3
Interface de combate de Xenoblade Chronicles 3

Vamos passar rapidamente pela a história (mas sem spoilers!). Em Xenoblade Chronicles 3 temos um enredo sobre duas nações em guerra e o surgimento de um grupo com integrantes dos dois lados. Temos uma história mais tensa neste jogo: são guerrilheiros que vivem apenas de lutas, sendo o propósito das suas vidas. Certamente a colisão entre os 2 universos/mundos da série trás a Xenoblade vários plot twists incríveis.

E outro pontos que não podemos esquecer é o trabalho gráfico no jogo. Em Xenoblade Chronicles 3 o gráfico está melhor do que nunca, com recursos únicos de melhora visual.


PARTE 3 – FAQ E TABELA DE PERFIL

Vamos para algumas perguntas importantes para quem está na dúvida de Xenoblade Chronicles 3

O jogo tem bastante horas?

Mais de 50 horas com certeza, sendo o normal entre 60h e 80h, baseando no histórico da série. Fora que o jogo terá conteúdo expandido via Expansion Pass, podendo aumentar mais ainda este tempo. Sem dúvidas é um dos jogos que mais vale o preço cheio no Nintendo Switch.

A franquia Xenoblade nunca ganhou muitos prêmios?

Esta é uma pergunta curiosa, já que os fãs da série sentem uma falta de representatividade de JRPGs nas premiações ocidentais. Porém o canal Coelho no Japão já classificou os jogos da série Xenoblade em alguns rankings: Xenoblade Chronicles 2 ficou em 5º lugar no Top 200 jogos para Nintendo Switch. Xenoblade Chronicles 1 ficou em 1º lugar nos jogos de primeiro trimestre de 2020. E o standalone Torna: The Golden Country ficou em 1º lugar nos jogos de até R$200.

Não sei inglês, vou conseguir jogar?

De fato a história dos jogos de Xenoblade são complexas com muitos diálogos, então o completo não entendimento do inglês afeta muito a experiência. Mas se você tem noção de algumas frase e palavras, dá pra entender o jogo no geral, talvez até acompanhado de um tradutor no celular. Claro que não podemos nos esquecer das habilidade, pois o jogo te ensina como usar de maneira correta, então o idioma não apenas afeta a história, mas também a jogabilidade.

O jogo é difícil?

Realmente não é moleza não! Xenoblade é bastante exigente e tem combates complicados, mas como seu sistema é tão grande, uma boa estratégia em conjunto com o fortalecimento dos ataques, itens e etc, você consegue ganhar de chefes desafiadores. Você tem duas opções: jogar correndo e apanhar pros monstros, ou dedicar-se bastante ao longo do tempo para ficar forte.

E finalmente… Xenoblade Chronicles 3 é pra mim?

Vamos mostrar uma tabelinha que irá te ajudar!

É pra você!

  • Gosta de combates criativos com raciocínio;
  • Curte músicas fortes e marcantes;
  • Um jogo com dezenas ou até centenas de horas;
  • Gosta de gameplay com progresso e novidades constantes;
  • Entende inglês, ou se vira;
  • Gosta de exploração e desafios;
  • Curte jogos orientais.

Não é pra você!

  • Gosta de combates de ação;
  • Prefere músicas mais de ambiente que não chame a atenção;
  • Prefere jogos mais curtos;
  • Prefere gameplays sem mudanças;
  • Prefere seguir rotas;
  • Prefere jogos em um idioma que entenda.

E aqui terminamos nosso guia de Xenoblade Chronicles 3 meus amigos! Esperam que tenha esclarecido e ajudado em tomar sua decisão! Mas o que mais gostaríamos é que desse uma chance ao jogo independente de tudo! Afinal a Monolith Soft é um dos maiores estúdios da Nintendo!

Bom Xenoblade Chronicles 3 à todos!

você pode gostar também
Comentários