Universo Nintendo

Nintendo comenta sobre representatividade feminina em cargos mais altos da companhia

Atualmente, a empresa possui uma diretora participante, Asa Shinkawa, dentre os cargos mais altos.

A Nintendo realizou na semana passada sua 82ª Assembleia Geral Anual de Acionistas no Japão para comunicar parte dos seus resultados e também responder aos questionamentos referentes às decisões da companhia.

Um dos questionamentos feitos por um dos acionistas se refere à representatividade feminina no Conselho Administrativo da companhia e cargos mais relevados em suas principais divisões de desenvolvimento.

Os diretores comentaram sobre:

No seu Conselho Administrativo, há atualmente uma Diretora Externa feminina, mas ainda não há Diretoras Internas promovidas dentro da empresa. Qual é a porcentagem atual de mulheres em cargos de gestão e existe a possibilidade de que surjam candidatas a diretoras dentro da empresa?

Shuntaro Furukawa (CEO da Nintendo):

Os candidatos a diretor são selecionados com base em quem seria o melhor para navegar na gestão da empresa, independentemente de fatores como sexo, idade e nacionalidade. Nosso objetivo é realizar a gestão corporativa a partir de várias perspectivas, e nosso atual Conselho Administrativo inclui, como Diretores Externos, Asa Shinkawa, que é uma mulher, e Chris Meledandri, que é um membro não japonês.

À medida que os interesses e preferências dos consumidores continuam a se diversificar, também é essencial alavancar uma variedade de talentos para aumentar a força geral da empresa, pois estamos no negócio de entretenimento. Para esse fim, nos esforçamos para respeitar e utilizar as características e pontos fortes individuais de nossos funcionários. Quando se trata de recrutamento de talentos, julgamos cada pessoa por suas próprias qualidades, independentemente do gênero. E depois de ingressar na empresa, o sistema de remuneração e afins são decididos com base não no gênero, mas nas habilidades demonstradas pelo indivíduo e sua contribuição para a empresa. Todo o grupo Nintendo está se esforçando para promover um ambiente no qual as funcionárias possam desempenhar um papel ativo. Em nossas subsidiárias no exterior, as funcionárias ocupam cargos importantes, incluindo a gerência sênior. As mulheres representam 23,7% dos cargos de gestão quando calculados com base nos números combinados da matriz no Japão e das subsidiárias na América do Norte, Europa e Austrália.

Reconhecemos que ainda há muitas questões a serem abordadas, como o aumento do número de gerentes do sexo feminino no Japão, então este é um tema de discussão frequente entre a gestão executiva. Continuaremos a nos esforçar para construir um ambiente de trabalho onde funcionários de diversas origens e identidades possam desempenhar um papel mais ativo.

Fonte Nintendo
você pode gostar também
Comentários