Universo Nintendo

Análise: Pile Up! – Box by Box

Empilhar caixas de papelão pode ser bem mais divertido do que parece

O mundo dos games está sempre nos provando que um jogo não precisa necessariamente de uma proposta muito complexa para que seja divertido e de qualidade. Na verdade, exemplos temos aos montes para provar que esse fato é bastante verdadeiro. Games com gráficos simples, porém caprichados, aliados a uma boa jogabilidade e modo co-op podem ser o suficiente para uma ótima experiência.

Basicamente é tudo que podemos encontrar em Pile Up! – Box by Box, um título que mistura plataforma 3D e dezenas de quebra-cabeças espalhados por vários níveis de diferentes cenários, em uma aventura que pode ser curtida solo ou compartilhada.

Neste título, os jogadores devem explorar diversos mapas e realizar todos os quebra-cabeças lá existentes, ajudando os cidadãos de uma pequena ilha a reencontrarem a felicidade. Vale destacar que tudo nesse mundo é de papelão, trazendo uma certa leveza nos cenários, mas não deixando de lado a qualidade destes.

Os puzzles e as missões variam de acordo com as fases. Os nossos “heróis”, em formato de caixas de papelão customizadas, devem se utilizar de simples movimentos de “deslizar” e “empilhar” para superarem todos os desafios.

O game foi lançado em mídia digital no dia 17 de agosto de 2021 e oferece a opção de idioma Português. Suporta até quatro jogadores simultaneamente dentro de um sistema de jogo bastante cooperativo, onde contar com uma ajudinha pode facilitar muito as coisas.

História

O enredo é bem simples: a paz reinava em uma pequena ilha, mas um evento misterioso fez sumir boa parte dos moradores e, agora, nobres habitantes restantes devem trazer todos de volta pra casa.

Assim, logo na abertura do game, somos apresentados ao cenário que é o nosso ponto de partida. O primeiro acesso nos leva a um breve tutorial que ensina todos os movimentos que poderemos utilizar para ultrapassarmos obstáculos, destruir inimigos, alcançar pontos mais altos, e se valer de tudo isso para coletar itens e atingir os objetivos principais. É justamente lá que aprendemos como saltar, deslizar e empilhar.

O jogador também poderá notar e já se ir se acostumando com pequenas caixinhas e argolas amarelas que estarão espalhadas por todo canto. Elas são as nossas “moedas” e serão úteis para a compra de novos visuais para os personagens.

Os modelos com cores diferenciadas estarão disponíveis na lojinha da ilha, possibilitando novidades no estilo dos protagonistas. A mudança, porém, é meramente estética e não traz nenhuma nova habilidade.

Fases e missões

Os cenários contam com temas distintos e, por consequência, com puzzles específicos. Dessa forma, os desafios presentes em cada mapa exigem sempre soluções criativas e diferenciadas. Inicialmente, somente o primeiro nível do primeiro mundo está liberado. O acesso aos demais dependerá da sua evolução no game.

O progresso em cada fase pode será conferido através do menu (botão “+”), o qual apresentará a quantidade de caixas amarelas coletadas, o andamento do objetivo principal e a descoberta do local onde está instalado um fliperama.

Pois é! Esse fliperama “perdido por aí” nada mais é que um minigame colecionável, o qual pode, posteriormente, ser acessado através de uma sala destinada somente a eles. Nesse ambiente, o jogador pode escolher entre partidas de basquete, futebol e vôlei e abrir disputa em modo multiplayer local.

Uma visão geral do jogo

Apesar da dinâmica simples, Pile Up! – Box by Box consegue juntar os ingredientes básicos em uma receita bastante agradável. Porém, o nível de dificuldade deixa a desejar, por não ser dos mais elevados. Além disso, o game não conta com muitos levels, o que torna a gameplay relativamente curta.

A interação entre os personagens é realizada apenas através de balões de pensamentos com imagens, sem qualquer troca de palavras. Todos os objetivos de cada fase são repassados dessa maneira.

Os quebra-cabeças são bastante intuitivos e apresentam boa diversidade, o que não deixa o jogo cansativo, mesmo após algumas horas de jogatina. Outro destaque positivo fica por conta das diferentes partes dos cenários serem todos interligadas sem a necessidade de telas de carregamento, deixando o jogo mais fluído.

Considerando todo o ano de 2021, Pile Up! – Box by Box é, com certeza, um dos melhores jogos indie que joguei no período. Como todo bom título de plataforma 3D, a parte ruim é quando acaba, mas espero poder conferir em breve uma segunda edição. Recomendo desde já a busca por ele na eShop, principalmente em época de promoção.

* Análise feita com cópia digital do jogo fornecida pela HandyGames

Veredito
Pile Up! - Box by Box é um ótimo jogo de plataforma 3D, que reúne todos os elementos básicos de jogos do gênero em uma experiência bastante divertida. Assumindo o protagonismo de uma caixa de papelão, você deve se utilizar das suas habilidades para saltar e empilhar outras caixas, a fim de alcançar todos os objetivos e trazer a paz de volta para a ilha.
Prós
Bons gráficos
Gameplay bastante envolvente
Bom nível de puzzles
Contras
Poucas opções de customizações dos personagens
Gameplay relativamente curta
8.5
Muito bom
você pode gostar também
Comentários